terça-feira, 16 de novembro de 2010

Quero!

Quero acordar de manhã e fingir que a solidão não existe, 
quero enchugar as lágrimas e apagar do meu rosto esse sorriso triste!
Quero olhar da janela e além das  montanhas enchergar ao mar,
quero pedir com soluços que o frio oceâno me ensine a amar!
Quero que o vento me traga aquele que um dia roubou meu sossêgo,
quero o ladrão de corações que enibria minha mente com beijos macios de pêssego!
Quero o meu amor ao meu lado, cuidando de mim e me fazendo chamego,
quero que venha mansinho e bem de levinho massageie meu ego!
Quero chamar-lhe atenção, roubar e invadir o teu coração!

Sem comentários:

Enviar um comentário